Centro Comunitario “Nuevos Horizontes” (Punta Alta) Argentina

Em 1993, movidos pelo ideal de construir um mondo mais unido, um grupo de jovens da cidade de Punta Alta começou trabalhar com as crianças do bairro FONAVI, no qual as crianças e adolescentes vivem em situação de risco social e marginalidade. Trabalhando com a comunidade, surgiu a necessidade de um espaço físico que funcionasse como ponto de encontro, onde as crianças, os jovens e os adultos pudessem canalizar suas aptidões, descobrir seus valores, reconhecer suas capacidades, sentindo-se assim parte da sociedade e se projetando em direção ao futuro. Em 1995 essa iniciativa foi apresentada à associação “Familias Nuevas” (integrada no Movimento dos Focolares), se candidatando concretamente para o programa “Solidariedade à distância”. A resposta foi muito rápida, e 100 padrinhos começaram dar uma contribuição econômica mensal. Com esses ingressos foi comprado um terreno na frente do bairro e começou a construção do prédio atual do Centro Social “Nuevos Horizontes”.

 

ESTRUTURA

O centro consta de um salão multiusos, cozinha, banheiro, consultório médico com sala de espera, dois escritórios, um armazém, um espaço para oficinas e uma casa dos fundos onde mora o caseiro. Além disto, tem um espaço verde de 30m x 40m para as atividades ao ar livre.

 

ATIVIDADES

No centro são realizadas inúmeras atividades, tais como:

  • Oficinas de ecologia, prevenção de abusos sexuais infantis, valores, diálogo com adolescentes, pintura, apoio escolar;
  • Serviço de entrega de roupas;
  • Consultório médico, enfermaria, psicopedagogia;
  • Horta;
  • Espaços recreativos, esportes, jogos, brinquedoteca, etc.;
  • Distribuição de merenda depois das atividades;
  • Encontros de partilha de experiências.

Fora estas atividades, realizamos um trabalho intenso com as famílias do bairro, mantendo um contato personalizado com cada uma delas, e isto permite de conhecer quais são suas necessidades e carências sociais para poder realizar um acompanhamento específico.

 

O QUE FAZER?

Os voluntários poderão se inserir nas atividades que já estão se desenvolvendo com crianças em idade escolar e que se encontram em situação de vulnerabilidade. Também é possível criar algum espaço ou atividade para adolescentes, já que neste momento não temos.

 

INFORMAÇÕES SOBRE HOSPEDAGEM

Número de vagas: 2 homens e 2 mulheres.
Período disponível: fevereiro – dezembro.