Terminou a primeira edição virtual da Escola El Diamante

 

No último 12 de dezembro, a Escola El Diamante do México, finalizou sua primeira edição virtual 2020 com o lema “Formar-se para formar o mundo”, uma oportunidade para 41 jovens de diversas partes do mundo que assumiram o compromisso de ir em profundidade, no autoconhecimento, e no pensamento com relação ao outro; fazendo uso dessa nova realidade, a virtual.

O evento aconteceu por meio de uma reunião virtual, com a presença dos 37 estudantes graduados que conseguiram terminar o processo, assim como os coordenadores da escola, professores, tutores, assistentes, convidados especiais e representantes de milONGa como responsáveis pelo serviço social que os jovens realizaram.

Durante seis meses os jovens experimentaram muitas realidades: interculturalidade, conhecimento do outro e sobretudo um diálogo baseado no respeito e na comunicação. Da mesma forma, os jovens realizaram um voluntariado virtual em 17 organizações de 8 países diferentes, onde realizaram diversas tarefas como: oficinas de pintura, origami, conversas, artesanato e materiais para campanhas para obter fundos para as ONGs, entre outras atividades.

Para Maripaz, coordenadora da escola, esta experiência implicou muitos desafios, certezas e enriquecimento para todos os envolvidos…

“Vimos que os jovens tiveram compromisso e afinco apesar de seus horários de trabalho, estudo e tudo mais… Suas vidas despertam em nós um sentimento de esperança, mistério e paixão. Nesse sentido, agradecemos a toda a equipe de professores que enriqueceram as aulas, aos assistentes, tutores que são de diferentes países e que nos ajudaram na convivência das casas de vida. Ao voluntariado milONGa e suas organizações sociais distribuídas em todo o mundo, todos eles foram campeões por sua generosidade e compromisso”

Lucas Cerviño, outro coordenador da escola, disse que, mesmo sendo tudo experimental, os jovens desejam viver esse tipo de experiências.

“Confirmamos que os jovens apostam nestas coisas e são capazes de ter um espírito de adaptação e atualização de forma rápida, veloz, profunda e sincera… Muitos de nós tivemos dúvidas; vulnerabilidades no início, mas com certeza saímos com essa certeza de que se pode fazer bem através desses meios e acho que isso é o mais bonito porque nos permite uma renovação interior e é o tesouro que decidimos dar ao mundo”

Por outro lado, representando milONGa, Virginia Osorio expressou seus mais sinceros agradecimentos.

“Agradeço esta possibilidade e oportunidade de fazer juntos também a experiência de comunhão e de vida, acompanhamos os jovens virtualmente e agradecemos pela confiança e oportunidade… Foram 17 organizações de 8 países que junto com a gente se encorajaram a correr este risco, um voluntariado virtual”

Testemunho dos graduados

Representando todos os graduados, Nikte do México e Filemón da Nicarágua fizeram um agradecimento geral. “Este caminho que hoje chega a sua primeira parada, não teria sido possível sem nossos professores, tutores, assessores, coordenadores, colegas e sem esse mestre que nos acompanhou em cada conexão. Muito obrigado por todos os seus esforços”, disse Nikte.

“Temos certeza de que quando nós fomos convidados para participar deste projeto o fizemos com certo grau de ceticismo, tentando imaginar como as aulas virtuais se adequariam a um ideal que precisa de concretude e passar para uma tela que muitas vezes tem significado nos desconectar de nossas famílias e amigos. Hoje quebramos essa barreira e apesar de não termos sidos perfeitos construímos uma família para além da distância e dos meios, com a certeza de que ela pode ser construída e experimentada sempre que o coração e a alma quiserem”, manifestou Filemón.

A Escola El Diamante, em sua edição virtual, terá uma segunda edição, de fevereiro a junho de 2021. Será a oportunidade para que jovens sonhadores que querem viver uma mudança profunda em si mesmos e no mundo. Para um novo normal 2.0.

Se você quer viver esta experiência vá a www.escuelaeldiamante.org