Do Brasil para o México

 

Aproveitando as férias que tive na universidade no Brasil, fui ao México por um mês para fazer um voluntariado.

Tinha vontade de trabalhar com crianças e, como estudo Engenharia Química, pensei que poderia dar reforço escolar nas áreas de química e matemática.

Chegando ao México, morei na Mariápolis El Diamante, que fica na cidade de Acatzingo – Puebla.

A Mariápolis é linda e adorável, amei morar lá porque tem muita natureza. Tanto as crianças com as quais convivia quanto os habitantes da cidadela eram super amáveis.

Tive a oportunidade de fazer o voluntariado em uma escola da região. Trabalhei nas turmas de primeiro, segundo e terceiro ano do equivalente ao ensino médio. Eram adolescentes de 11 a 15 anos de idade. Ajudava nas aulas da professora de matemática e física, e do professor de química. Normalmente ajudava os alunos com suas dúvidas ou trabalhava com aqueles que tinham mais dificuldades nas aulas.

Quando não estávamos em sala, trabalhei com outros grupos de adolescentes ajudando-os em matemática e também com um grupo de 5 crianças do ensino fundamental que iam prestar um concurso nacional nesta mesma área de conhecimento.

O mês passou voando mas vivi intensamente cada momento. Gostei de poder ajudar as crianças e observar a melhora cada vez que fazíamos mais tarefas.

Também tive tempo para ter um contato mais direto com a realidade deles e ver que, mesmo com seus problemas, eram muito amáveis. Nunca senti um amor tão puro como o que eu vivi no México!

As crianças, profesores e todos os que trabalharam na escola me trataram super bem. Na Mariápolis também eram todos muito amáveis e cada dia era cheio de alegria e bons sentimentos.

Quando chegou a última semana, não queria ir embora porque estava apaixonada por essa vida de dar e receber, de sentir esse amor e experimentar como podia ajudar as pessoas com muita naturalidade. Já sinto vontade de voltar logo porque ali percebi mais claramente quem sou e de como quero ser, de como quero viver minha vida e de como ser uma pessoa melhor.

Só posso agradecer por essa oportunidade e espero que mais pessoas possam viver estas experiências tão incríveis.

Um grande abraço para todas as pessoas que fizeram parte da minha jornada e espero que, em breve, possa fazer mais trabalhos assim.

Gabriele, Brasil